Polissonografia – Perguntas Frequentes

 

polissonografia

Polissonografia

A polissonografia é indicada para diagnóstico de diversos distúrbios do sono, além das apnéias e roncos. Assim, é útil para o diagnóstico da insônia, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes (bruxismo), fibromialgia e outros.

Cerca de 30% dos adultos roncam e, embora para a maior parte deles isto não signifique um problema grave, estima-se que em 5% dos casos o ronco está associado a apnéia do sono.

 

Perguntas Frequentes

1 – O que é Polissonografia ?

Polissonografia é um exame que faz o registro completo da atividade elétrica cerebral, da respiração e de sinais indicativos de relaxamento muscular, movimentos oculares, oxigenação sanguínea, batimento cardíaco, conforme o objetivo do estudo do sono. A Polissonografia é indicada para diagnóstico de diversos distúrbios do sono, incluindo Apneias e Roncos. Assim, é útil para o diagnóstico de insônia e dos distúrbios respiratórios do sono, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes (bruxismo), fibromialgia e outros.

2 – Como é realizada a Polissonografia ?
A polissonografia é realizada sob a supervisão de profissional técnico especializado. O paciente deve dormir com sensores fixados no corpo e que permitem o registro de diversas funções durante o sono. Os sensores (ou eletrodos) são fixados de maneira a permitir ao paciente movimentar-se durante o exame, não atrapalhando o sono.

 

3 – Qual o equipamento ideal para realizar a Polissonografia?
O registro polissonográfico pode ser realizado em um equipamento analógico ou digital. O mais importante é que este ofereça recursos tecnológicos seguros para um registro de boa qualidade.

 

4 – Quais são os procedimentos para se realizar uma Polissonografia?
Um profissional irá recepcioná-lo e iniciar os procedimentos para realização do exame, será solicitado o preenchimento de alguns questionários pré-exame. O paciente será, então, encaminhado para o quarto onde irá dormir e as luzes serão apagadas, iniciando-se, assim, o registro polissonográfico. O profissional acompanhará o registro, intervindo sempre que necessário. Pela manhã, encerra-se o registro, e são retirados os eletrodos, será solicitado o preenchimento de um questionário do pós-exame e a seguir o paciente é liberado. O registro será analisado por médico, e emitido um laudo que o paciente deverá encaminhar ao médico solicitante podendo ser retirado o resultado pela Internet.
5 – Quem deve laudar a Polissonografia?
O médico que interpreta uma polissonografia deve ser habilitado e experiente na análise dos sinais biológicos registrados como o eletrocardiograma, eletroencefalograma, etc.

 

6 – Como é interpretada a Polissonografia ?
O estagiamento da polissonografia segue a proposta de RECHTSCHAFFEN and KALES, de 1968. Os parâmetros mínimos para a realização do estagiamento do sono são o eletrencefalograma, o eletro-oculograma e o eletromiograma sub-mentoniano. O sono e´ divido em Sono com Movimentos Oculares Rápidos (Sono REM) e Sono sem Movimentos Oculares Rápidos (Sono NREM), que por sua vez é ainda sub-dividido em sono fases 1, 2, 3, e 4, conforme o sono se torna mais profundo. Cada uma destas fases apresenta características próprias, e o seu conhecimento é fundamental para a adequada interpretação da polissonografia. Quando se avaliam eventos relacionados ao sono, a interpretação correta da polissonografia se torna ainda mais importante, pois esta avaliação baseia-se no tempo que o paciente efetivamente dorme, e não em todo o tempo que é registrado. Além disso, alguns eventos registrados podem ser normais em algumas fases do sono e anormais em outras.

 

7 – Quais as vantagens da Polissonografia ?
A polissonografia oferece várias vantagens. Uma delas é que permite identificar diversas alterações intrínsecas do sono, assim como distúrbios relacionados ao sono, como é o caso dos distúrbios respiratórios. As múltiplas variáveis registradas na polissonografia tornam a interpretação do exame mais fácil. A polissonografia permite ainda um ajuste mais flexível dos parâmetros avaliados, permitindo assim avaliar melhor as repercussões respiratórias sobre o sono e vice-versa. Outra vantagem é presença do profissional técnico, que pode intervir durante a realização do exame, sempre que necessário, além de ser importante para dar todo o apoio necessário ao paciente. A presença do profissional técnico permite ainda o ajuste na pressão do CPAP (aparelho para auxiliar a respiração de pessoas que tem Roncos e Apnéias do Sono) quando necessário.

8 – O que o paciente precisa no dia do exame de polissonografia ?

  • Cabelo limpo e seco lavado somente com shampoo, sem gel e sem condicionador.
  • Babear-se (Somente para paciente que não usa barba).
  • Jantar normalmente no dia do exame, evitar o consumo de café puro, refrigerante e cafeinados.
  • Trazer objetos de higiene e uso pessoal.
  • Trazer pijama de preferência aberto na frente, ou que tenha gola larga.
  • Trazer toalha de banho.
  • Se estiver tomando medicação, continuar tomando normalmente, anotar os nome e trazer no dia do exame.
  • Não deve trazer acompanhante.
  • Se tiver alergia a acetona ou colódio elástico, deve- se informar está condição e,  nesta condição o exame não será realizado.
  • Não ingerir bebida alcoólica, refrigerante e cafeinados (48 hs antes do exame).

Fonte: www.neurologia.srv.br

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign