SÍNDROME DE PERNAS INQUIETAS

MOVIMENTOS PERIÓDICOS DAS PERNAS (MPP)

SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS (SPI)

sindrome-das-pernas-inquietas

Os movimentos mais freqüentes relacionados com o sono são os movimentos bruscos do corpo, as mioclonias (abalos musculares), MPP (movimento periódico das pernas) e SPI (síndrome das pernas inquietas) que acontecem geralmente no início do sono.
As pessoas acometidas pela SPI relatam um irresistível movimento de membros inferiores acompanhado de sensações de “arrastamento” das pernas. Estes sintomas causam grande dificuldade para os indivíduos acometidos por este problema, já que esses movimentos de perna causam despertares durante o sono, resultando assim em diminuição do tempo em que a pessoa consegue ficar dormindo, levando à insônia, irritabilidade, cansaço mental e problemas com o(a) acompanhante. A prevalência da SPI é de 5% na população geral. Alguns fatores podem influir no aparecimento, redução de sintomas e freqüência da SPI, como: fadiga, ingestão de bebidas cafeinadas, e exposição ao frio em determinadas épocas do ano.
A grande maioria dos pacientes que relatam a SPI também apresentam movimentos estereotipados dos membros inferiores durante o sono, que correspondem aos Movimentos Periódicos das Pernas (MPP). Portanto, o MPP apresenta incidência e origem semelhantes à SPI. Originalmente, o MPP foi descrito como sendo uma extensão rítmica dos membros inferiores, seguidos de uma dorsoflexão do tornozelo, ocasionando uma flexão dos joelhos e movimento generalizado dos membros inferiores. Os movimentos duram em média 0,5 a 5 segundos ocorrendo com uma freqüência de um a cada 20 a 40 segundos: cada episódio de MPP pode ter duração de alguns minutos a horas. Em geral os episódios também causam despertares e uma diminuição da qualidade e eficiência do sono, e ocorrem com maior incidência no terço inicial da noite. É considerado um padrão patológico, a ocorrência maior que 05 movimentos por hora durante o sono. A prevalência de MPP é maior em pacientes idosos, além disso, 11% dos pacientes acometidos por MPP apresentam problemas de insônia, 17% de hipersonolência e 11% são indivíduos com problemas mentais (cansaço, estresse, etc.). Queixas de MPP podem ser referidas por pessoas com anemia, com artrite reumática, por pacientes urêmicos; bem como por indivíduos com predisposição familiar para esta síndrome.

COMO DIAGNOSTICAR O MPP OU A SPI?

Observe os parâmetros abaixo relacionados, e verifique se você apresenta sintomas para a SPI e MPP. Caso positivo, procure um médico, especialista em distúrbios do sono, para determinar se você realmente tem Síndrome de Pernas Inquietas ou Movimentos Periódicos das Pernas;
Antes de dormir, você desenvolve uma desagradável sensação de arrepio, ou arrastamento de suas pernas;
Para aliviar esta sensação, você se levanta e caminha, dobra as pernas, flexionando o joelho, toma um banho quente ou frio, faz massagem em suas pernas, ou executa alguma outra atividade;
Você desenvolve esta desagradável sensação de arrastamento ou irresistível vontade de movimentar as pernas quando se senta por um período de tempo, como quando assisti televisão ou a um filme, andando no carro, assistindo o teatro, em seu lugar de adoração, ou participando em uma reunião;
As sensações me aborrecem toda noite;
Nenhuma avaliação médica revelou a causa para suas sensações;
Você tem parentes ou familiares que sofrem estas mesmas sensações;
Seu ou sua companheiro(a) te fala que você empurra suas pernas (ou seus braços) quando adormece; e às vezes, você tem movimentos involuntários das pernas quando esta acordado(a);
Você tem freqüentemente desconforto dormindo ou ficando adormecido;
Você freqüentemente se sente cansado(a) inclusive durante o dia durante o dia;

 

SE VOCÊ ACHA QUE TEM SPI OU MPP, VOCÊ NÃO ESTÁ SÓ!

Estima-se que entre 3% a 8% da população norte-americana apresenta esse distúrbio, no Brasil, os levantamentos epidemiológicos realizados pelo Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo, demonstraram que nos anos de 1988 e 1997, 14% dos entrevistados apresentaram queixas relacionadas aos movimentos de pernas durante o sono. Muitas destas pessoas podem ter uma forma moderada que causam problemas ocasionais, mas a SPI e MPP afetam a vida cotidiana de milhares de indivíduos com maior severidade do quadro.

 

COMO CONVIVER COM A SPI-RLS OU COM O MPP-PLM

Não lute, se você tentar suprimir seus desejos para mover, você achará freqüentemente que seus sintomas tendem a piorar. Saia de cama, ache uma atividade que tire sua atenção das sensações e se distraia. Permita paradas freqüentes quando viajar e procure movimentar os membros durante essas paradas. Mantenha um diário de sono, se você não pode se sentar para escrever, você pode editar em um gravador de fita pequeno. Mantenha um fichário dos medicamentos e estratégias que ajudam ou dificultam sua batalha contra a SPI/MPP e compartilhe esta informação com seu médico.
Melhore sua mente, se você não pode se sentar para ler, mesmo assim, você ainda pode desfrutar-se de um bom livro. Utilize aparelhos sonoros para se distrair e ajudar a relaxar durante o surgimento dos sintomas dessas patologias. Ocupe sempre sua mente mantendo-se ativo e comprometido a bloquear seus sintomas de SPI. Para alguns, esta atividade pode ser um jogo de computador ou navegar pela Internet, para outros o alívio vem ao tocar um instrumento musical, pintar e ou outras atividades recreativas. Ache uma atividade que você desfrute para o ajudar durante os seus sintomas, que são particularmente problemáticos. Inicie e termine seu dia com exercícios físicos aeróbios e alongamentos, além de buscar a massagem como uma forma de relaxamento, tentando assim minimizar os efeitos dos sintomas dessas desordens. Busque repassar essas informações a todas as pessoas que você sabem que tem esses distúrbios, auxiliando assim a minimização desses sintomas por parte de diversas pessoas.
Mas, lembre-se, qualquer mudança de atitude precisa ser avaliada por um médico especialista!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign